20 a 22 de março

V Ciclo de
Concertos de Coimbra

O tempo, esse grande escultor

Comunicado

A Associação CulturXis, promotora do evento V Ciclo de Concertos de Coimbra, vem, por comunicado, informar que perante os mais recentes desenvolvimentos e ações de contingência desencadeados por alguns dos parceiros do evento, decidiu, em sintonia com práticas similares, adiar o evento para data a anunciar futuramente.

Agradecemos todo o apoio que temos recibo por mensagens no nosso Facebook, e perante esta adversidade, anunciaremos novos concertos assim que estejam normalizadas e garantidas as condições de saúde pública.

Coimbra, 12 de março de 2020

Sobre o Evento

O tema do V Ciclo de Concertos de Coimbra, «O tempo, esse grande escultor», foi inspirado no título de um conjunto de ensaios diversos de Marguerite Yourcenar, cujo fio condutor é a passagem do tempo sobre os seres e as coisas e a beleza que dela pode ressumar. É precisamente esta ideia de erosão regeneradora e (re)criativa do tempo na arte que subjaz ao programa do V Ciclo de Concertos de Coimbra, organizado pela CulturXis. A música é a arte do tempo por excelência. Feita de silêncios e de sons, a música confere prazer à passagem do tempo, os vários andamentos matizados por silêncios intensificam a fruição estética da «viagem» pelo tempo. Curiosamente, a experiência da música (tanto na perspetiva de quem toca, como na de quem escuta) é também um dos poucos fenómenos capazes de aliviar, ou até de suspender, a sensação, por vezes disfórica, da passagem do tempo. Será em tom de celebração de «lugares de memória» musicais (e também literários, dado que a literatura é afinal outra forma de música) e de constante diálogo com o presente que obras do passado irão ser revisitadas e recriadas por intérpretes de faixas etárias diversas. O V Ciclo de Concertos de Coimbra estende-se por três dias, entre 20 e 22 de março, em espaços diversos da cidade de Coimbra, também eles «lugares de memória», tais como o Museu Nacional Machado de Castro, a Igreja de Santa Cruz, Sé Velha, o Conservatório de Música, entre outros. «O tempo, esse grande escultor» é igualmente o mote com que se comemoram os 270 anos da morte de J.S. Bach, os 250 anos do nascimento de Beethoven, os 25 anos da morte de Miguel Torga, bem como os 800 anos dos Mártires de Marrocos e da vocação franciscana de Santo António. A 5.ª edição do Ciclo de Concertos de Coimbra oferece de facto um programa muito variado, destinado a toda a família, que encherá Coimbra de música e de poesia ao longo de todo um fim de semana, que se pretende tão mágico quanto memorável.

Tiago Nunes, diretor artístico

Onde?

Coimbra

Quando?

Sexta-Feira a Domingo,
20-22 março

Agenda do Evento

Consulte a agenda do V Ciclo Concertos de Coimbra

Card image cap
Piano | Adriano Jordão, António SIlva e Tiago Nunes
Card image cap
Piano 4 mãos | Soni Clavium
Card image cap
Orgão | João Santos
Card image cap
Música Maestros | Os Maestros também sabem tocar
Card image cap
Guitarra Clássica | Titus Isfan
Card image cap
Piano | Jovens Talentos
Card image cap
Orgão | Paulo Bernardino
Card image cap
Improvisações sobre Miguel Torga | António Victorino d’Almeida e António Capelo

Newsletter

Subscreva e saiba todas as novidades!